80% dos consumidores nordestinos pretendem não tomar crédito e economizar mais em 2015 | TVCLASSIFICADOS.com Para Smart TV, PC e Móbiles

27 de julho - A 3ª onda da pesquisa trimestral realizada pela TNS Brasil, empresa global de pesquisa de mercado, em conjunto com a Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (AC...

pesquisa, economia, consumidor, nordestino, mercado, endividamento, financiamentos, saude, educação, transporte

80% dos consumidores nordestinos pretendem não tomar crédito e economizar mais em 2015

Publicado por: Redação
27/07/2015 17:44:48

27 de julho - A 3ª onda da pesquisa trimestral realizada pela TNS Brasil, empresa global de pesquisa de mercado, em conjunto com a Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (ACREFI), aponta que 80% dos consumidores nordestinos não irão tomar crédito em 2015.

A pesquisa ouviu mais de 100 pessoas em todo o País, com idade entre 18 e 65 anos e a região nordeste apontou queda de 80% ante 83%, em abril, na intenção de não fazer um financiamento em 2015. A grande maioria, 65%, estão preocupados com relação ao futuro. Em segundo lugar, os otimistas, totalizam 20% dos pesquisados. Pessimismo ficou em terceiro lugar com 10%.

Para aquisição dos bens, 38% dos entrevistados irão optar pelo crédito direto ao consumidor (CDC), 32% irão buscar como forma de financiamento o crédito automotivo, 16% optariam pelo imobiliário e 27% pelo consignado.

A grande maioria (92%) disse que a inflação impacta na decisão quanto a novos financiamentos e que já estão mudando os padrões de consumo. O lazer foi o padrão de consumo que mais teve impacto para 87% dos entrevistados, seguido de vestuário (79%), alimentação (76%), transporte (53%), educação (44%), saúde (43%) e outros (2%).

Otimismo e endividamento do consumidor

O levantamento constatou que 87% das pessoas declararam ter dívida de cartão de crédito, 27% de carnê/boleto, 20% de financiamento de carro, 13% de financiamento imobiliário, 16% de CDC, 4% de leasing e 19% declaram ter outros tipos de dividas.

Diminuiu modestamente a porcentagem dos consumidores que acredita que o crescimento do país vai piorar (55%/jul), contra (59%/abr) e 22% em 2014.

Quando questionados sobre “Se a inflação tem impactado seu padrão e consumo?” 92% responderam que sim e apenas 8% disseram que não.



Considerações finais

Situação do país
§ Aumento do número de respondentes que mencionaram que a oferta de crédito vai piorar assim como o consumo das famílias.

 

§ Para 71% dos entrevistados a taxa de juros irá piorar.

 

Situação pessoal
§ 84% dos consumidores pretendem mudar o padrão de consumo economizando mais em 2015.

 

§ Aumenta o número de respondentes que acreditam que seu padrão de vida irá piorar e a capacidade de fazer compras também.

Imagens de notícias

Tags:

Compartilhar

Vídeos relacionados