“O modelo tradicional de agência de propaganda está quebrado” afirma Presidente Mundial da Pepsico | TVCLASSIFICADOS.com Para Smart TV, PC e Móbiles

Editado a partir de cobertura de E.J. Schultz para o Advertising Age   O modelo tradicional de agência de publicidade está quebrado. Os anúncios de pre-roll de vídeo são inúteis. Os modelos de mensuração estão desatualizados. A indústria da publicidade...

propaganda, agencia, mída, criação, publicidade, marketing, digital

“O modelo tradicional de agência de propaganda está quebrado” afirma Presidente Mundial da Pepsico

Publicado por: Redação
20/10/2015 22:32:39
''
''

Editado a partir de cobertura de E.J. Schultz para o Advertising Age

 

O modelo tradicional de agência de publicidade está quebrado. Os anúncios de pre-roll de vídeo são inúteis. Os modelos de mensuração estão desatualizados. A indústria da publicidade não tem mais diversidade. Marketing digital é uma expressão que deveríamos abolir. A estratégia de alinhamento global de agências é um dinossauro. Devemos abandonar também a palavra “publicidade”, que só atrapalha o conteúdo.

 

Essas foram algumas das afirmações de Brad Jakeman, Presidente Mundial da área de bebidas da Pepscio, no Masters of Marketing, encontro anual promovido pela ANA – Association of National Adevertisers, semana passada, que reuniu 2.700 profissionais de marketing e de agências dos EUA, no Orlando World Center Marriott.

 

"Odeio pre-rolls, eles são lixo”, enfatizou. “Eles poluem o conteúdo, que de fato as pessoas querem ver. Não é um modelo sustentável”.
Em sua presentação, que se chamou “Designing for Disruption”, Mr. Jakeman detalhou: "O modelo de agência que eu cresci aprendendo a usar em grande parte não mudou nada até hoje", observando que está na indústria há 25 anos. Acrescentou que não tem visto os CEOs das agências se movimentando para aprimorar o modelo.

 

Mais adiante afirmou também que “o modelo de alinhamento global de agências é um dinossauro enquanto conceito”. Para ele, a estagnação dos modelos de agência está, dessa forma, inibindo grandemente a inovação: "Estou muito preocupado que este modelo todo quebre. E ele vai quebrar se não pensarmos em inová-lo”.


Mr. Jakeman afirmou ainda: "Fico doente e cansado como cliente quando tenho que enfrentar reuniões de agência com um monte de homens brancos heterossexuais falando comigo sobre como devemos vender marcas que são compradas 85% por mulheres", disse ele. "Inovação e disrupção nunca vem de grupos homogêneos de pessoas."

 

Com ele fez coro o Diretor de Marketing da Harley-Davidson, Mark-Hans Richer, que detalhou que sua companhia precisa hoje trabalhar com várias agências para ter atendidas todas as suas demandas de marketing e que há cinco anos não tem uma “agência lider”. A base de seu raciocínio é que ele hoje prefere ter o processe criativo de campanhas integrado em sua estratégia de marketing e não mais delegado exclusivamente para suas agências: “Não é algo os anunciantes devem exportar”, enfatisou.

 

O evento este ano apresentou um número menor de anunciantes mostrando campanhas de TV, como nos anos anteriores, e mais preocupados com a re-estrutureação do negócio da propaganda como um todo.

 

Concluindo sua apresentação, Mr.Jakeman afirmou: “Não tenho visto em anos nada de realmente inovador proveniente da nossa indústria. Continuamos discutindo os spots de 30 segundos na TV. Gente, sério?”.

 

FONTE: Proxxima  (20/10)

Imagens de notícias

Tags:

Compartilhar