Caretas abrem festival na Praia do Forte | TVCLASSIFICADOS.com Para Smart TV, PC e Móbiles

Praia do Forte receberá nos finais de semana dos meses de março, abril e maio o 10 Festival Rede Sonora de Arte e Cultura do Município de Mata de São João, que realizará oficinas de arte e shows, na Praça do Coreto da Vila, e bate papos musicados, na R...

caretas, praia, forte, bahia, salvador

Caretas abrem festival na Praia do Forte

Publicado por: Redação
12/03/2016 21:21:30

Praia do Forte receberá nos finais de semana dos meses de março, abril e maio o 10 Festival Rede Sonora de Arte e Cultura do Município de Mata de São João, que realizará oficinas de arte e shows, na Praça do Coreto da Vila, e bate papos musicados, na Reserva Sapiranga. À frente do projeto os músicos Amadeu Alves e Fabrício Rios que há cinco anos fazem o vitorioso projeto musical Rede Sonora, na Casa da Nati, em Praia do Forte. Durante o Festival, que será totalmente gratuito e aberto ao público, estão confirmadas as presenças do cantor e compositor Jonga Lima, Seu Reginaldo e de Dona Salvadora, Joaquim Carvalho, do grupo As Morenas de Itapuã, além de diversos artistas da região. O 10 Festival Rede Sonora de Arte e Cultura é patrocinado pela Secretaria de Cultura do Estado da Bahia através do FAZCULTURA, pelo Hiperideal e é realizado pelo Grupo Meireles. São parceiros do festival a Casa da Nati, os Projetos Floresta Sustentável e Tamar, a Turisforte, o Albergue Praia do Forte e a Enseada do Castelo.

 


CARETAS ABREM FESTIVAL - E a primeira atividade do 10 Festival Rede Sonora de Arte e Cultura é a Oficina de Caretas com o Senhor Ulisses, realizada no sábado, dia 12.03, a partir das 08h30, no Recanto do Poeta, na Reserva Sapiranga. Uma das mais marcantes manifestações culturais da Praia do Forte, a tradição dos Caretas surgiu no tempo da escravidão, quando durante o Carnaval os senhores permitiam que os escravos se expressassem culturalmente. E o Senhor Ulisses é um dos mestres da cultura popular da Bahia que repassam às novas gerações a tradição e ensinam a fazer as caretas. O careteiro participa de oficinas e ensina a fazer o molde, a forma, a expressão, a cara do Careta, conta e reconta as histórias de seus tempos de menino.

 


No mesmo dia e lugar acontecem ainda o Teatro de Fantoches do Tamarzinho - As Artes de Maria , dinâmicas com Educação Ambiental, brincadeiras com “Estripulantes” e o “Sapeca”, uma tradição dos pescadores do Litoral Norte da Bahia, uma maneira muito simples de preparar os pescados na Praia do Forte, que usa três ingredientes que assustam pela singeleza : sal, braseiro e, principalmente, peixe fresquíssimo.

 


Sobre os Caretas da Praia do Forte – A saída dos Caretas pelas ruas era a oportunidade que os escravos tinham de cultuar seus deuses e divindades, e também de assustar os filhos dos senhores de engenho, que residiam na Casa da Torre (Farol Garcia D'Ávila).

 


A máscara é sempre um disfarce. Simula e transforma, liga o natural ao sobrenatural. Tem presença marcante nos rituais e cerimônias coletivas que provocam nos participantes uma espécie de iluminação, uma consciência que os transporta para algo além, possibilitando enfrentar melhor as dificuldades do cotidiano.
No ímpeto de assustar, os Caretas mudam a voz e fazem movimentos de ataque. Mas é só para assustar. Seu Ulisses, um dos careteiros mais antigos da Praia do Forte, conta que quando criança levava várias carreiras dos Caretas quando seus pais pediam para ir até a venda comprar algum mantimento. "As crianças se pelavam de medo e saíam correndo, largando tudo pelo caminho. Não podia deixar nada pra fora de casa que os Caretas levavam!".

 


A manifestação passada de pai para filho se mantém até hoje. Apoiadores locais e membros da comunidade se dispõem, como seu Ulisses, a manter a tradição viva, principalmente entre as crianças. O careteiro participa de oficinas e ensina a fazer o molde, a forma, a expressão, a cara do Careta, conta e reconta as histórias de seus tempos de menino.


Tags: caretas | praia | forte | bahia | salvador |
Vídeos relacionados
Comentários