Tony Kanaan nas 24 Horas de Le Mans com o Ford GT | TVCLASSIFICADOS.com Para Smart TV, PC e Móbiles

A equipe Ford Chip Ganassi Racing ganhou mais um piloto brasileiro para disputar as 24 Horas de Le Mans com o Ford GT no próximo dia 17 de junho: Tony Kanaan. Campeão da Indy e das 24 Horas de Daytona, Kanaan substitui Sébastien Bourdais, que se feriu ...

esporte, jacob, motosurf, manobra, gt, le, mans, tony, kanaan, ford

Tony Kanaan nas 24 Horas de Le Mans com o Ford GT

Publicado por: Redação
01/06/2017 09:06:02

A equipe Ford Chip Ganassi Racing ganhou mais um piloto brasileiro para disputar as 24 Horas de Le Mans com o Ford GT no próximo dia 17 de junho: Tony Kanaan. Campeão da Indy e das 24 Horas de Daytona, Kanaan substitui Sébastien Bourdais, que se feriu num acidente na qualificação das 500 Milhas de Indianápolis, e vai dividir o volante do Ford GT 68 com os pilotos Joey Hand e Dirk Müller. O outro brasileiro do time é Pipo Derani, que vai correr no Ford GT 67.

 

No ano passado, a Ford venceu em Le Mans na categoria LM GTE Pro com o GT 68 pilotado por Bourdais, Hand e Müller, conquistando também o terceiro e quarto lugares com os carros 69 e 66.

 

“É uma honra fazer parte do time de pilotos da Ford Chip Ganassi Racing e correr as 24 Horas de Le Mans com o Ford GT”, diz Kanaan. “Obviamente, foram circunstâncias infelizes que nos trouxeram aqui com o acidente de Sébastien, mas vou fazer o melhor para substituí-lo e tentar vencer esta corrida incrível para a equipe novamente este ano. Há muito tempo desejo correr em Le Mans e sou grato ao Chip e nossos parceiros da Ford por me darem essa oportunidade.”

 

Esta será a primeira corrida de Kanaan no circuito de La Sarthe, em Le Mans. Ele venceu as 500 Milhas de Indianápolis de 2013, foi campeão da Fórmula Indy em 2004 e soma 17 vitórias em corridas. Também é o piloto com mais largadas consecutivas da história da Fórmula Indy, com 265 corridas desde 2001.

 

Kanaan, de 42 anos, assinou com a Chip Ganassi Racing em 2014 e passou bastante tempo no Ford GT este ano. Nas 24 Horas de Daytona, liderou várias voltas com o Ford GT 69, junto com os pilotos Andy Priaulx e Harry Tincknell, e terminou em quinto lugar na categoria GTLM. Só nessa corrida, ele passou mais de sete horas e meia no volante e foi o terceiro piloto mais rápido da categoria, atrás dos companheiros de equipe Ryan Briscoe e Richard Westbrook.

 

“Estamos muito satisfeitos de poder contar com um piloto com a experiência e o talento de Tony nas 24 Horas de Le Mans”, diz Dave Pericak, diretor global da Ford Performance. “Certamente não é a situação ideal e estamos sentidos por Sébastien não poder defender sua vitória. Ele é parte importante da nossa família e esperamos sua completa recuperação.”

 

Imagens de notícias

Tags:

Compartilhar