Seu Smartphone, seu Banco e a importancia das Fintechs | TVCLASSIFICADOS.com 100% Digital

A verdadeira importância das fintechs no mundo atual Soluções inovadoras e evolução no mundo financeiro é o que se espera das fintechs no mercado nacional. Essa modernidade prova que os bancos não evoluíram suficientemente e agora precisam desesperadam...

economia, fintech, banco, digital, cartão, investimento

Seu Smartphone, seu Banco e a importancia das Fintechs

Publicado por: Redação
12/08/2021 15:22:32
Courtesy Pixabay
Courtesy Pixabay

A verdadeira importância das fintechs no mundo atual


Soluções inovadoras e evolução no mundo financeiro é o que se espera das fintechs no mercado nacional. Essa modernidade prova que os bancos não evoluíram suficientemente e agora precisam desesperadamente reduzir ou minimizar os prejuízos com a sua carteira se esvaindo.

 

A carteira de clientes dos bancos tradicionais estão migrando seus ativos para os chamados bancos digitais. Essa fuga é imensuravelmente maior do que a busca pelos bancos fisicos.

 

As fintechs investem em recursos digitais capazes de inovar todos os processos, metodologias, serviços financeiros consolidando a própria infraestrutura do negócio.

Diante disso, ao interagir com o seu banco digital, o usuário sente estar em um novo mundo e percebe de forma nítida e transparente a praticidade, a redução da burocracia — tão comum nesse setor — e os custos significativamente mais baixos ou zero dependendo da instituição. E o mais importante nisso tudo, o usuario tem maior controle sobre as suas operações. 

 

Banco comuns se tornaram arcaicos e caros.  

Os bancos tradicionais acumulam queixas estratosféricas e intermináveis originadas pelos clientes que ainda desconhecem a inovações digitais disponiveis no mercado.

 

Conforme divulgação do Banco Central, as três instituições que tiveram mais reclamações no segundo trimestre de 2021 são bancos físicos e tradicionais, que somam mais de 4 milhões de clientes. Mas não se enganem, algumas fintechs enfileiram essas reclamações que voce pode conferir no ranking do Banco Central. Por isso é altamente recomendável que o o novo usuário consulte as informações do BC antes de optar por uma delas.

 

Além do mais, os motivos alvo das reclamações diz respeito as irregularidades relacionadas a integridade, falhas de segurança, pouca ou nenhuma confiabilidade, sigilo sofrível e ainda, ausência de legitimidades nas operações entre outros serviços, relacionados a cartão de débito, crédito, internet banking e outros serviços. Nesse contexto o Nu Bank, com 17 milhões de correntistas, recentemente reformulou seu critério de análise de contas oportunizando aos seus clientes uma visão diferente de seus concorrentes.

 

Nubank — o roxinho do momento

Nubank  seguramente é uma das fintechs mais populares no Brasil. O seu produto carro-chefe é  um cartão de crédito internacional MasterCard, conhecido pelo carinhoso apelido de “roxinho”. Até aí nada inovador.

 

A reviravolta está na forma como o serviço é oferecido. Primeiro, o cartão não tem anuidade, e não se exigem condições para isso, como realizar pelo menos uma compra no mês ou um tempo de fidelidade. Mas a maior inovação foi o modo como o cliente interage com o serviço. Tudo é feito por meio de um aplicativo, da solicitação inicial até a emissão de boletos.

 

Não bastasse isso, o App Nubank permite bloquear e desbloquear o cartão, aumentar ou reduzir o limite de crédito, antecipar parcelas, receber notificações de compras, criar um cartão virtual para transações online, entre outras coisas. Sendo assim, são muito raras as vezes em que o usuário vai precisar entrar em contato pelo telefone para resolver algum problema.

 

Inicialmente, a startup criou uma conta digital de pagamentos chamada NuConta. Além de não cobrar nada a mais pelo serviço, o dinheiro aplicado rende. Não há nenhuma agência física e tudo é feito online. Os depósitos podem ser realizados via boleto — emitido pelo próprio App — ou por transferência bancária.

 

Nubank aumenta limite do cartão de crédito para 35 milhões de clientes

A liberação dos créditos vai acontecer ao longo de 12 meses e começa agora em agosto, com 3 milhões de clientes. Serão cerca de R$ 26 bilhões liberados, graças a um novo modelo desenvolvido pelo Nu para democratizar o acesso a crédito no Brasil.

Isso é uma Fintech de verdade! A proposito, o NuBank ostenta o índice zero de reclamações junto ao BC.

Outras instituições  que estão no mercado: Banco Inter, C6Bank, Banco Original e uma lista enorme. Antes de abrir uma conta, consulte o Banco Central

Mike N.

Imagens de notícias

Tags:

Compartilhar

Vídeos relacionados

Comentários