Streaming: como garantir que o serviço não trave na hora de usá-lo | TVCLASSIFICADOS.com 100% Digital

Segundo especialista, além de pensar na velocidade da internet, deve-se levar em consideração outros fatores que evitam a interrupção da conexão  Consumir o serviço de streaming já foi tendência, mas nos últimos anos tem se tornado mais do que realidad...

tecnologia, streaming, internet, wi-fi

Streaming: como garantir que o serviço não trave na hora de usá-lo

Publicado por: Redação
18/08/2021 11:35:51
Courtesy Pexels
Courtesy Pexels

Segundo especialista, além de pensar na velocidade da internet, deve-se levar em consideração outros fatores que evitam a interrupção da conexão

 
Consumir o serviço de streaming já foi tendência, mas nos últimos anos tem se tornado mais do que realidade. Desde o início da pandemia do novo Coronavírus, quando as pessoas passaram a ficar mais tempo em casa, o mercado teve um crescimento expressivo e tornou-se opção para milhões de usuários no Brasil. Mas a pergunta que não quer calar, é: o que causa aquele travamento do sinal e o que é necessário fazer para assistir uma série ou filme sem interrupções?


De acordo com o gerente técnico da Fibracem, indústria brasileira especializada no setor de comunicação óptica, Sebastião Rezende, a resposta para primeira pergunta está na maioria dos casos, na interferência ou a baixa qualidade da rede de wi-fi. Segundo ele, estes são os fatores mais comuns que provocam uma queda ou o travamento do sinal.


“Esse tipo de serviço [streaming de filmes, como Netflix, Amazon Prime e GloboPlay, por exemplo], utiliza a conexão de internet para transmitir as mídias até aos usuários finais e o recomendado é que a internet seja, no mínimo, de 5,0 megabits por segundo”, explica. “A dica é: caso o usuário opte por assistir a estes conteúdos em computadores de mesa ou notebooks, o melhor a se fazer é conectar o aparelho via cabo ethernet para manter e evitar a distorção do sinal”, acrescenta.


Streaming via celular
O especialista alerta, ainda, que para quem prefira consumir o serviço de streaming pelo celular, a falha de sinal e consequentemente o travamento pode ser ainda mais frequente. Segundo ele, isso ocorre pois os hardwares dos dispositivos móveis geralmente possuem menos potência que PCs e notebook, por exemplo, o que torna ainda mais eminente uma possível perda de conexão.


Possibilidade para evitar interrupção de sinal
Para Rezende, independentemente da forma que os clientes consomem o serviço de streaming – PCs, notebooks, celulares e televisores –, é importante que eles tenham à disposição um provedor de internet confiável, que conte com servidores robustos e capazes de suportar milhões de acessos simultâneos e que disponibilize, sobretudo, internet por fibra óptica.


Segundo ele, essas condições ajudam a manter a alta velocidade da conexão, uma alta taxa de transmissão, uma baixa latência – que é o tempo para um pacote de informação ir de um ponto para outro – e evitar interferência eletromagnética.


“É de suma importância que os provedores de internet trabalhem com produtos de qualidade e que sejam homologados junto a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) com os requisitos técnicos validados”, destaca.


Benefícios para todos os envolvidos
Para que um serviço de streaming esteja disponível aos usuários finais, as empresas geradoras de conteúdos precisam trabalhar em conjunto com os provedores de internet (ISPs).


Para o especialista, assim como o cliente final, as próprias empresas de streaming e provedores de internet são beneficiadas, quando se estabelece esse tipo de parceria.


“Para o usuário final é a possibilidade de ter um serviço de qualidade e mais opções de entretenimento. Já para as empresas geradoras de conteúdo, a vantagem é a de poder aumentar consideravelmente o alcance do serviço, inclusive em áreas remotas, graças aos pequenos provedores regionais. E por fim, para os ISPs, essa é uma ótima alternativa para agregarem valor ao negócio”, finaliza.


Hamilton Z.

Imagens de notícias

Tags:

Compartilhar

Comentários